Refinanciamento de Veículos: Como Fazer?

Você já ouviu falar do refinanciamento de veículos? O Refinanciamento de veículos surgiu a pouco tempo no mercado financeiro, e é uma boa opção para quem deseja pegar um empréstimo já que seus juros costumam ser bem abaixo dos juros de empréstimos convencionais.

Mesmo tendo um bom controle financeiro, eventualmente pode acontecer algum imprevisto e surgir então a necessidade de um dinheiro extra, ninguém está livre de ser pego de surpresa com uma necessidade financeira inesperada.

Mas é possível refinanciar um veículo? Como fazer? A resposta é sim, é possível, explicaremos aqui como fazer o refinanciamento de veículos.

O que é o Refinanciamento de Veículos?

O refinanciamento de veículos é uma saída para alguém que deseja um dinheiro para investir em um negócio. Ou até mesmo para sanar alguma dívida e arcar com algum imprevisto de última hora.

O refinanciamento de veículos é um empréstimo que tem o carro do cliente como garantia de pagamento. Ao solicitar o empréstimo e ser aprovado o veículo fica alienado a instituição financeira, garantindo assim que todas as parcelas do empréstimo sejam pagas em sua totalidade.

Leia Mais:

Como Renegociar Dívidas sem Precisar de Especialistas?

Os 5 Melhores Aplicativos para Finanças Pessoais

Aplicativo do FGTS para Consulta de Saldo

Conheça 5 Aplicativos Para Aumentar sua Produtividade!

Como Encerrar Conta Bancária Pela Internet?

Aquele que deseja refinanciar seu veículo precisa analisar bem a sua condição antes de assinar o contrato, pois uma vez que o pagamento do empréstimo não é cumprido devidamente a instituição financeira possui o direito de vender o veículo para então quitar o valor não pago.

Como Posso Fazer o Refinanciamento de Veículos?

Alguns documentos são necessários para fazer o refinanciamento de veículos. Cada instituição financeira funciona de uma maneira diferente, podendo então ter variações no que diz respeito a solicitação de documentos.

Mas geralmente os documentos solicitados pelas financeiras são:

  • O documento de compra e venda do veículo, formalmente chamado de Certificado de Registro do Veículo (CRV).
  • Documento do veículo que comprova o licenciamento do mesmo, (CRLV) Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos.
  • Documento de identificação pessoal (RG e CPF).
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
  • Comprovante de renda.
  • Comprovante de residência.

É importante ressaltar que o carro precisa estar no nome daquele que está solicitando o empréstimo. Os Veículos com mais de 10 anos de idade também não costumam ser aceitos pelas financeiras.

O Veículo Pode ser Usado Enquanto o Refinanciamento Estiver Vigente?

O refinanciamento de veículos não restringe de forma alguma o uso do veículo, enquanto refinanciado ele pode ser usado normalmente. Porém ele passa ser propriedade da instituição financeira servindo como garantia do pagamento do empréstimo até que todas as parcelas sejam quitadas integralmente.

O carro não pode ser vendido por nenhuma das partes, salvo quando não há o cumprimento do pagamento das parcelas. Nesse caso a financeira tem direito segundo o contrato que foi assinado por ambas as partes de vender o veículo para quitar o valor não pago.

Como vimos o refinanciamento de veículos é uma opção para quem está pensando em fazer um empréstimo. Porém tem seus prós e contras a serem observados. Analisando bem as condições e mantendo os “pés no chão” é possível fazer o refinanciamento sem risco de ficar sem o veículo.

Adicionar Comentário